bloqueador --> bloqueador

Mulher morre após bater carro em poste no Bairro Belmonte

Clerismar Geralda dos Santos, 38, morreu em um acidente grave registrado por volta das 02h da madrugada desta sexta-feira (5), na Avenida Getúlio Vargas no Bairro Belmonte, em João Monlevade. Durante patrulhamento, militares depararam com o carro da vítima, um Fiat/Palio placa GZM-3535 atravessado na pista, após ter se chocado em um poste de iluminação pública.

Clerismar estava desacordada no interior do veículo sem o cinto de segurança. Uma equipe do Serviço Voluntário de Resgate (Sevor) foi acionada, mas a mulher não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Rayane Rafaela, que estava no carro com a vítima, contou para a polícia que elas estavam em um bar, no bairro Areia Preta, fazendo uso de bebida alcoólica, quando resolveram deixar o local.

Ainda segundo a mulher, no trajeto para casa, Clerismar chegou a cochilar ao volante por duas vezes, e foi acordada por ela. Quando passavam pelo cruzamento das avenidas Cândido Dias com a Getúlio Vargas, o veículo veio a chocar-se de frente contra o poste.

 Rayane Rafaela se queixava de dores no tórax, devido ao impacto no cinto de segurança. Ela foi socorrida pela equipe do Sevor ao hospital Margarida.

O perito Welton Lopes de Moura compareceu ao local e após os trabalhos técnicos liberou o corpo da vítima que foi encaminhado para o para o necrotério do Cemitério do Bairro Baú.

Rapaz morre durante abordagem policial em São Domingos do Prata

O primeiro dia de Carnaval em São Domingos do Prata começou de forma trágica. Um homem morreu durante uma abordagem policial por volta das 22h de ontem (4).

Segundo informações a vítima Francisley Vieira da Silva, 19, estava na Rua Santa Rita em meio a um grupo de suspeitos, alguns deles já conhecidos do meio policial, quando foram abordados por uma viatura da Polícia Militar. Um dos homens conseguiu evadir e não foi localizado.

Segundo informações, Fransciley Vieria se mostrou inconformado com a abordagem e teria começado a desacatar os integrantes da guarnição policial na tentativa de evitar que fosse procedida busca pessoal.

Ainda segundo informações a vítima teria tentado agredir um sargento da Polícia Militar, e foi advertido para que se afastasse. Foi quando um soldado, de 24 anos de idade, lhe aplicou um golpe de imobilização conhecido como “mata leão”. Quando a vítima parou de se debater, o soldado o liberou e percebeu que ele havia sofrido algum “mal súbito”. Fracisley não mais respondia aos movimentos e foi colocado no solo.

Após constatar que a vítima continuava inerte, os militares tentaram reanimá-lo, porem sem sucesso. O rapaz foi levado ao Hospital Nossa Senhora das Dores, que fica na área central da cidade. Na unidade de saúde o médico de plantão também realizou manobras de ressuscitação, mas o rapaz já estava morto.

O soldado recebeu voz de prisão em flagrante e foi levado para a sede da 17ª Companhia Independente da Polícia, em João Monlevade onde deverá ser aberto um processo administrativo para saber se houve ou não o uso excessivo de força na ação policial.

O corpo de Fransciley foi encaminhado ao necrotério do Cemitério do Bairro Baú, em João Monlevade, para ser submetido ao exame de necropsia que deverá apontar a causa da morte.

Posto de combustíveis é assaltado pela segunda vez em menos de uma semana

O posto de combustíveis “Machadão”, que fica no Bairro Loanda foi assalto pela segunda vez esta semana.

O primeiro caso foi registrado na madrugada de domingo (31) quando os marginais levaram uma quantia de R$250,00 e um celular de um frentista.

Já por volta de 01h30 da madrugada desta sexta-feira (5) o estabelecimento recebeu mais uma vez a “visita” de um marginal armado, aparentemente com um revólver e anunciou o assalto.

Um frentista de 30 anos foi rendido pelo elemento de baixa estatura, moreno claro, gordo, trajando bermuda preta e com o rosto encoberto por uma camisa branca, que exigiu todo o dinheiro do caixa, cerca de R$200,00.

Após o crime o autor evadiu a pé sentido Avenida Cândido Dias. Segundo a polícia nenhum suspeito foi preso.

Prefeitura vai usar prédio do antigo PA na área da saúde

Por meio da assessoria de comunicação da prefeitura de João Monlevade, nesta sexta-feira (5), o prefeito Teófilo Torres (PSDB) informou que não há projetos para implantação de um novo hospital no prédio do antigo pronto Atendimento Municipal, mas sim, que o Executivo estuda o local para abrigar setores ligados à área de saúde, o que já vem sendo feito na parte superior do prédio.

Segundo Clésio Gonçalves, assessor de comunicação, “como estamos em um ano eleitoral e no último ano de governo do prefeito, a construção de um novo hospital no local está descartada. A prefeitura tem planos para aproveitar o local na área de saúde, mas ainda não está definido como será feito isso”, informou por telefone. 

Polícia Civil estuda reunir todos os serviços prestados em um só local


Após ter sido desativado temporariamente, segundo a Prefeitura de João Monlevade, porque foi considerado inadequado pela Gerência Regional de Saúde (GRS), que inclusive determinou o fechamento da unidade em outubro do ano passado até que os problemas detectados fossem sanados, o prédio onde funcionava o Pronto Atendimento Municipal (PA) virou alvo de algumas especulações na cidade, sobre sua utilização.

Uma delas foi de que a sede 4ª Delegacia Regional da Polícia Civil (4ª DRPC), que hoje ocupa quatro imóveis alugados na cidade, em locais distantes um do outro, poderia se mudar para local.

Nossa reportagem entrou em contato com o Delegado Regional Bernardo de Barros Machado, que informou ter conversado com o prefeito Teófilo Torres (PSDB) sobre essa possibilidade, mas que o chefe do Executivo informou que tem projeto para a construção de um hospital no local.

Ainda segundo o delegado pelo fato de hoje a 4ª DRPC ocupar quatro imóveis na cidade, distante um do outro, o que dificulta tanto o acesso da população quanto a prestação de um serviço de melhor qualidade ao cidadão, está em fase inicial de negociação junto a Seplag (Secretaria de Planejamento), do Estado, a possibilidade de ceder o local onde hoje está instalado o Cesec (Centro Estadual de Educação Continuada), que fica na Avenida Getúlio Vargas, no Bairro Santa Bárbara. Bernardo de Barros disse ainda que o local supre, perfeitamente, todas as necessidades da Polícia Civil.

Vale ressaltar que caso o espaço seja cedido pelo Estado, resolveria ainda todos os problemas enfrentados pela população no que se refere aos serviços prestados pela Polícia Civil. Dentre eles a confecção de Carteira de Identidade, Boletim de Ocorrências, emplacamento e vistoria em veículos, serviços de segunda via de documentos, enfim, um conjunto de serviços essências à população que estariam muito próximos uns dos outros, além de contar com diversas linhas de ônibus no entorno.

O delegado informou também que já está em negociação com a Prefeitura a cessão espaço, para implantação do IML (Instituto Médico Legal) e a Perícia Científica, que fica no prédio anexo ao antigo PA, no Bairro Metalúrgico, onde funcionava a casa de oxigênio da unidade de saúde.

O espaço considerado ideal foi dos quatro locais visitados no final do ano passado por ele [delegado] e técnicos da área, juntamente com o presidente da Câmara, Djalma Augusto Gomes Bastos (PSD), que tem ajudado nas negociações junto ao Executivo.

Criminosos roubam restaurante no Bairro Tanquinho I

Homens armados assaltaram na madrugada desta quinta-feira (4), o restaurante “Gauchão Grill”, que fica no km 349 da BR-381, no Bairro Tanquinho I, em João Monlevade.

Os bandidos chegaram ao estabelecimento em um veículo Fiat/Punto de cor prata. Dois deles portando armas de fogo e com capuz cobrindo os rostos, foram para o interior do estabelecimento e anunciaram o assalto, enquanto um terceiro elemento ficou na direção do veículo, dando cobertura na ação. Um dos marginais removeu a gaveta do caixa contendo dinheiro e alguns doces da prateleira, em seguida fugiram sentido Belo Horizonte.

O valor levado pelos criminosos não foi revelado pela polícia. Toda a ação foi filmada pelo circuito de monitoramento, e proprietária foi orientada a repassá-las para a Polícia Civil, que irá investigar o crime.

Polícia Militar apreende grande quantidade de cocaína petrificada


Por volta das 23h50desta quarta-feira (3), a Polícia Militar de Itabira prendeu Gleyson Araújo Alves, 28 anos, na rua Doutor João Júlio de Oliveira Pena no Bairro Bela. Ele é suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas na região.

Militares realizavam patrulhamento preventivo de abordagens a veículos e pessoas suspeitas na região dos Bairros Bela Vista, Campestre e Nova Vista, quando ao entrar na rua Raimundo de Souza deparou com o veículo GM Astra prata, placa GXM-7799, que ao perceber a presença da viatura tentou empreender fuga, mas acabou sendo abordado.

Dentro do carro os militares encontraram grande quantidade de cocaína petrificada. Em conversa com os militares, Gleyson Alves negou ser o dono da droga, mas recebeu voz de prisão e foi levado para a Delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos ao Delegado de plantão. O veiculo foi apreendido e rebocado ao pátio credenciado do Detran.

(Silvio Andrade)

Boate é assaltada em João Monlevade

Por volta das 6h de ontem (3), dois homens usando roupas escuros e toucas para esconder o rosto entraram na boate Tantra, que fica no bairro Baú, em João Monlevade, e assaltaram duas mulheres de 27 anos e um homem de 26, que estavam no local. As vítimas contaram para a polícia que a dupla estava armada com uma barra de ferro e uma faca. Os marginais anunciaram o assalto e fugiram com três aparelhos de telefone celular. Ninguém foi preso.

Polícia Civil apreende drogas sintéticas pela primeira vez na cidade

Uma investigação da Polícia Civil de João Monlevade desencadeou uma operação por volta das 14h desta quarta-feira (03), com a apreensão, pela primeira vez na cidade, de uma grande quantidade de drogas sintéticas.

Foram apreendidos 179 pontos de LSD (ácido lisérgico), que é consumida através de pequenos adesivos de papel colocados sobre a pele, 91 comprimidos de ecstasy, porções de maconha e pedras de haxixe, uma balança de precisão, uma porção de sementes de maconha, três Notebooks e dois celulares e R$100,00.

Foram presos na operação Hugo Rodrigues Ferreira Silva, 23, Igor Abreu Dias, 22, e o estudante de Engenharia Elétrica da UFOP/João Monlevade, Bruno dos Santos Silva, 18. Eles vão responder pelo crime de tráfico de drogas. Uma mulher de 26 anos também foi conduzida, suspeita de participação. Ela alegou que o amigo, Igor Abreu, teria pedido para que guardasse parte do entorpecente.


Segundo o Delegado Regional, Bernardo de Barros Machado, os suspeitos vinham sendo monitorados há pelo menos seis meses. “Polícias civis fizeram diversas diligências no sentido de obter êxito na captura dessa quadrilha que vinha trazendo drogas sintéticas de Belo Horizonte. São drogas de alto poder destrutivo que vinham sendo consumidas em festas, principalmente em casas noturnas. Essa foi a primeira vez que nós apreendemos esse tipo de droga na cidade”, disse o delegado.

Ainda segundo o delegado, os traficantes alugaram um apartamento na Rua do Andrade, no Bairro José Elói, próximo da sede da 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil com o único objetivo de preparar e vender estes tipos de entorpecentes. Nos celulares aprendidos os policiais encontraram diversas mensagens relacionadas ao tráfico de drogas.

Investigadores da Polícia Civil estiveram em casas noturnas da cidade, durante as festas, e observaram as movimentações dos suspeitos. Os entorpecentes segundo a polícia, além das casas noturnas, eram comercializados em festas realizadas em repúblicas estudantis da cidade.

De acordo com Bernardo de Barros mais pessoas deverão ser presas na cidade pelo envolvimento com o tráfico deste tipo de substância entorpecente.

 Agora, será investigada a origem destas drogas sintéticas, conhecidas por provocar fortíssimas alucinações nos usuários.

 Os três homens segundo Bernardo de Barros, vão permanecer presos preventivamente até o julgamento.

Presídio de João Monlevade inaugura sala de aula para detentos


O presídio de João Monlevade agora conta com mais uma importante ferramenta na reintegração social dos detentos. Foi inaugurado nesta quarta-feira (03) na unidade prisional da cidade, o segundo endereço da Escola Estadual Manoel Loureiro.

Uma sala de aula com capacidade para 15 alunos, por turno, uma sala de professores e uma biblioteca foram construídas na unidade. Os materiais para a construção foram doados pelas empresas, Minas Premoldados, ArcelorMittal e Prefeitura de João Monlevade. A mão de obra ficou a cargo de seis detentos e teve a duração de 10 meses.

O projeto foi elaborado pelo diretor da unidade, Fabiano Dutra da Silva, que também será o responsável, juntamente com o quadro técnico de servidores da unidade através do PIR (Programa Individual Ressocializador), para selecionar os apenados que poderão participar do programa de ressocialização, tanto para trabalhar quanto para estudar.

Através do programa, a cada 12 horas na escola o apenado ganha um dia de remissão de pena. Estiveram presentes autoridades municipais e da Secretaria de Estado de Defesa Social (SEDS).

Durante a solenidade foram expostos objetos artesanais confeccionados pelos presos, e um fez apresentação musical, tocando violão e cantando canções de bandas como Legião Urbana, Engenheiros do Hawaii, dentre outros cantores da música popular brasileira.

Fabiano Dutra disse que o projeto é a realização de um sonho. “É um sonho realizado. Quando assumi a unidade em 2014 já tinha em mente esse projeto. Pra mim é uma das maiores conquistas pessoais e profissionais. Teremos todos os professores de todas as disciplinas escolares e vamos trazer aos reeducandos uma nova visão para que, não tenha em mente apenas o crime. Serão dois turnos (manhã e tarde) com 15 alunos cada e agentes penitenciários darão suporte na segurança dos profissionais de ensino durante as aulas”, pontuou o diretor.

O presídio de João Monlevade tem capacidade para 77 detentos, no entanto abriga hoje cerca de 230 apenados, o que já preocupa as autoridades.

O Juiz Rodrigo Braga Ramos, da Comarca de João Monlevade, disse que os apenados que já concluíram o ensino médio não poderão participar do projeto. “Esse projeto é muito bom porque além ressocializar o apenado, o prepara para um retorno e convívio com a sociedade, além disso, libera vagas na unidade, que tem sido uma das nossas maiores preocupações”, disse o magistrado. “Estamos estudando também um projeto de oficinas para implantar aqui na unidade. A ideia é usar as instalações aqui ao lado, onde funcionava a Delegacia de Polícia Civil. Parece-me que já foi cedido pela Prefeitura e faltam apenas algumas questões burocráticas para a liberação definitiva do espaço. Nossa intenção é proporcionar ao apenado, condições dele ser reinserido, com mais facilidade, no mercado de trabalho após cumprimento da pena”, completou.

Segundo a Secretária de Educação, do Município, Helena Perdigão, a princípio o projeto seria executado pela Prefeitura e que faltava apenas a assinatura do contrato. No entanto como o projeto já era uma proposta do Estado, em dezembro ele foi assumido em definitivo pelo governo estadual. “Recebemos um ofício em dezembro da Delegacia Regional de Ensino, em Nova Era, nos agradecendo pela parceria, mas que o Estado assumiria os trabalhos na modalidade EJA (Educação de Jovens e Adultos a Distância). Ele fará a contratação de professores e demais funcionários que forem necessários. Nós vamos dar apoio na questão pedagógica e em projetos específicos como o de leitura, foi o que nos solicitou o diretor do Presídio”, disse Helena.

PRF desarticula quadrilha que roubava cargas de caminhões na região


Uma quadrilha especializada em roubos de cargas e veículos na BR-381, trecho que corta a cidade de João Monlevade, foi presa por volta das 04h30 da madrugada desta terça-feira (2), pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante uma operação realizada próximo da cidade de Nova Era.

Os policias encontraram um veículo Fiat/Strada e outro Fiat/Uno estacionados em um trecho do antigo traçado da rodovia federal. Os veículos estavam trancados e com as chaves na ignição. No interior dos carros foram encontrados equipamentos como serras, sacos grandes, cordas e chaves de fenda, usadas para arrombamento de baús de caminhões, além de celulares.

Os veículos foram roubados recentemente e estavam com as placas adulteradas com uso de fita isolante. Segundo a PRF, durante registro da ocorrência, motoristas que passavam pela rodovia informaram que viram quando alguns indivíduos romperam as travas do baú de um caminhão que seguia pela BR-381 e jogaram caixas de mercadorias às margens da via.

Contaram ainda que alguns elementos estariam às margens da rodovia com sacos grandes cheios de mercadorias, próximo ao viaduto da “Prainha”. Após alguns minutos, enquanto os federais ainda checavam os veículos localizados, o condutor de um Fiat/Fiorino placa HDF-4416, passou pela guarnição policial em alta velocidade, entrando em uma estrada de terra. Com o carro ainda em movimento, dois homens pularam do veículo e entraram em uma mata.

O condutor do veículo, Reinaldo Luiz Jesus Felício, “Neguinho”, foi preso e acabou confessando que fazia parte de uma associação criminosa da região metropolitana de Belo Horizonte especializada em furtos de veículos de carga em movimento. Disse ainda que no interior do Fiat/Fiorino que conduzia estava parte do material que ele teria acabado de furtar, de um caminhão na BR-381, na companhia de outras pessoas. Dentro do Fiorino os policias encontraram mais ferramentas, idênticas as encontradas nos dois veículos que estavam abandonados próximo do local.

Também foi preso Rodrigo Araújo da Conceição, que teria embrenhado na mata durante a ocorrência. Ele foi detido pela Polícia Militar e acabou confessando que também fazia parte da quadrilha e era ele quem ocupava o veículo Fiat/Uno encontrado pelos federais. Contra ele havia um mandado de prisão em aberto, expedido pela comarca de Belo Horizonte.

O terceiro autor preso foi Edvaldo Júnior Ferreira dos Santos. Ele foi visto subindo na carroceria de um caminhão em movimento, nas proximidades da “Prainha”. Pouco depois policiais militares de Itabira foram informados que o veículo seguia pela MGC-120, estrada que liga Nova Era à Itabira. Uma operação foi montada e o veículo abordado.

O autor foi encontrado em meio a carga levada pelo veículo. Segundo a polícia ele também confessou que fazia parte da quadrilha especializada em roubo de carga na BR-381 e que sua função era subir na traseira dos caminhões em movimento, romper a tranca e lançar as mercadorias no leito da via.

Outros dois integrantes da quadrilha conseguiram fugir ao cerco e até o momento eles não foram encontrados. Somente no mês de dezembro do ano passado a PRF registrou 07 furtos de cargas de caminhões em movimento, no trecho da BR-381 em João Monlevade. Em uma dessas ocorrências uma testemunha teria visto um veículo Fiat/Fiorino, com as mesmas características do veículo apreendido com a quadrilha.

Os três homens foram levados para a Delegacia de Polícia Civil de João Monlevade, juntamente com os materiais aprendidos, e poderão responder pelos crimes de furto qualificado, associação criminosa, receptação de veículos roubados e adulteração de sinal identificador de veículo automotor. Os veículos apreendidos foram rebocados para o pátio credenciado do Detran.

Mudanças para pagamento de conta de água em João Monlevade

Em João Monlevade, as contas de água emitidas pelo DAE agora só podem ser pagas na agência do banco Mercantil do Brasil, nas casas lotéricas da cidade e nos os terminais eletrônicos da Caixa. Isso porque venceu o convênio que a autarquia mantinha com a agência do Banco do Brasil e do Sicoob-Credimepi.

Não há data para renovação do convênio, já que o DAE teria que pagar algumas taxas, o que, segundo o órgão, seriam altas demais, especialmente para pagamentos das contas na boca do caixa.

Powered by Blogger